Selo
Central de Atendimento
  • +55 11 2067 1500
  • +55 11 2067 1501
farelo-de-algodao

Farelo de algodão 28% e 38% PB

Não é de hoje que o farelo de algodão vem sendo utilizado na composição das dietas para bovinos de corte e leite. Consultar valor

Informações Técnicas

Não é de hoje que o farelo de algodão vem sendo utilizado na composição das dietas para bovinos de corte e leite. Rico proteína e fibras, o farelo de algodão é resultante da extração do óleo do caroço do algodão.

Após a colheita e beneficiamento da pluma do algodão, os caroços que se entremeiam às fibras do capulho, são destinados à indústria para a extração de óleo e farelos. Após a prensagem mecânica do caroço de algodão e extração do óleo, a massa resultante, composta do proteína, casca e fibras curtas é denominada “torta”. Algumas indústrias que possuem o processo de extração química por solvente, destinam a “torta”, a uma segunda extração do óleo.

Para a obtenção dos farelos do algodão, a torta passa pela secagem, trituração e adição de casca.

A inclusão de mais ou menos casca (fibra) do caroço do algodão determinará o percentual de proteína que poderá ser de 28% ou 38%.

O farelo de algodão pode ser estocado por períodos de tempo razoáveis (3 a 4 meses), desde que bem protegido da umidade (longe das paredes e sobre estrados de madeira).

Informações Nutricionais

Composição Resultados de Análise - Farelo 28% PB Resultados de Análise - Farelo 38% PB
Matéria Seca 88,00 % 88,00 %
Proteína Bruta 28,00 % 38,00 %
Extrato Etéreo 1,00 % 0,40 %
Matéria Mineral 7,30 % 6,70 %
Fibra Bruta 23,00 % 18,00 %
FDN 30,80 % 30,80 %
FDA 19,90 % 19,90 %
Cálcio 0,25 % 0,25 %
Fósforo 1,15 % 1,15 %